Eleição CAU 2020 – Gestão 2021/2023 CAU/RS
CHAPA 2 | PLATAFORMA

Chapa 2 CAU RS PRESENTE.
Diversidade no pensar e união para realizar!

Colega Arquiteta(o) e Urbanista, o momento atual é de grande dificuldade social e econômica, agravada pela pandemia. A realidade de vida, profissão, cidade e sociedade necessita ser reinventada a partir de soluções participativas, colaborativas e de posicionamentos convergentes na construção de um novo cenário mais saudável e profícuo para todos, exigindo a transformação da normalidade como até então se conhecia.


O CAU/RS, enquanto necessita preservar as conquistas, suas realizações em favor do bem estar coletivo e do desenvolvimento social são tangíveis e mensuráveis, demonstrando seu posicionamento forte e presente nas ações e discussões por uma sociedade e um mundo melhores.


A quarta gestão do CAU/RS tem a responsabilidade de consolidar um Conselho ainda mais presente na sociedade, na promoção da profissão e atento para com as(os) profissionais, sensível às realidades regionais e pautado pela ética, diálogo e transparência. São estas as fundamentais diretrizes de ação do coletivo CAU RS PRESENTE – diversidade no pensar e unidade para realizar – que neste pleito se apresenta.


Este coletivo está identificado com a diversidade e complementaridade. O conjunto de seus integrantes o faz presente em todo o estado e em todas as áreas de atuação da Arquitetura e Urbanismo. São profissionais que vivem da profissão: autônomos, empresários, professores, servidores públicos, empreendedores e lideranças que atuam de forma organizada e abrangente. Juntos, representam a convergência de ideias e ações como unidade na defesa e promoção da profissão.


As realizações e conquistas da atual gestão do CAU/RS trouxeram importantes avanços na organização e no desempenho do Conselho no estado. O coletivo CAU RS PRESENTE reconhece os resultados alcançados e, por essa razão, defende a ampliação e o aperfeiçoamento das ações que se mostraram efetivas e abrangentes. Deste princípio, se oportuniza maior interiorização e aproximação do Conselho com as(os) Profissionais, maior eficiência dos canais de atendimento e das ações de fiscalização, a defesa do ensino e do patrimônio cultural, a qualificação permanente de pessoal e rotinas do Conselho, mais ênfase no enfrentamento da precarização do mercado de trabalho, novos e mais frequentes espaços de diálogo produtivo com diversas instituições públicas, privadas e movimentos sociais, e a busca constante pela garantia de acesso de toda a sociedade ao trabalho qualificado da(o) profissional Arquiteta(o) e Urbanista.


O reconhecimento do potencial individual de cada Arquiteta(o) e Urbanista como agente transformador da realidade e a necessidade de ações coletivas para a construção de um mundo melhor, é o projeto de trabalho que a Chapa 2 CAU RS PRESENTE defende para a gestão 2021 – 2023 do CAU/RS.

Arquitetura e Urbanismo de qualidade: um direito de todas e de todos!


Acompanhe:
#chapa2caurspresente nas redes sociais.


princípios

PRINCÍPIOS DA CHAPA, DAS CANDIDATAS E DOS CANDIDATOS:
Arquitetura para todas e todos! Todos têm direito à Arquitetura e Urbanismo e ao trabalho qualificado de profissionais da Arquitetura e Urbanismo.

  • Compromisso, valorização, fortalecimento da Arquitetura e Urbanismo, defesa do exercício profissional e dos campos de atuação e atribuições.
  • Fiscalização em prol da sociedade em geral, da segurança e da boa prática profissional com colaboração e integração institucional.
  • Gestão ética, democrática, eficiente, colaborativa e descentralizada.
  • Universalização, equidade e representatividade em todas as dimensões e ações.


propostas e compromissos de gestão

As propostas a seguir representam o compromisso da chapa CAU RS PRESENTE com a totalidade das(os) profissionais da Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul para os três anos da próxima gestão. São mais de 50 propostas desafiadoras e urgentes, porém objetivas e viáveis. 

Estão organizadas em CINCO DIMENSÕES de atuação do CAU/RS partindo da mais abrangente, que baliza a relação do Conselho com a sociedade, passando pelas relações institucionais públicas e privadas, observando o mercado, o ensino e a formação profissional, concluindo com a dimensão mais interna e específica, referente à estrutura do Conselho. Além destas, estão presentes as propostas a serem levadas em âmbito nacional junto ao CAU/BR.

1. dimensão SOCIEDADE

Nesta dimensão de atuação junto à sociedade, o coletivo CAU RS PRESENTE se propõe atuar visando a:

1.1. Promover e estimular a percepção da sociedade sobre a Arquitetura e Urbanismo como uma ferramenta de desenvolvimento e transformação social, e as(os) profissionais da Arquitetura e Urbanismo como agentes promotores de qualidade de vida da população.

1.2. Aperfeiçoar as políticas públicas para que a sociedade tenha conhecimento e acesso à Arquitetura e Urbanismo; divulgar e promover a profissão; ampliar a presença nos ambientes políticos, econômicos, culturais e midiáticos.

1.3 Garantir as atribuições exclusivas das(os) Arquitetas(os) e Urbanistas determinadas pela Lei e normativas do CAU, conscientizando profissionais, instituições e população.

1.4. Garantir a aplicação do Código de Ética e inibir o exercício ilegal da profissão através da fiscalização e do uso da comunicação como instrumentos de proteção para a sociedade.

1.5. Promover o cumprimento da Lei Federal de Assistência Técnica à Habitação de Interesse Social (ATHIS), fortalecendo ações como o “Programa Nenhuma Casa Sem Banheiro” e “Casa Saudável” junto a profissionais, entidades, municípios, movimentos e outras organizações, colaborando para a destinação efetiva de recursos para ações de ATHIS e integrando as ações em habitação social e saúde pública.

1.6. Estimular a consolidação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), bem como os princípios e compromissos da Nova Agenda Urbana, diretamente vinculados à atuação de profissionais da Arquitetura e Urbanismo no planejamento, construção, desenvolvimento, administração e melhoria das áreas urbanas.

1.7. Desenvolver, em parceria com a sociedade civil, propostas de recuperação econômica solidárias de combate às desigualdades sociais, através de políticas, programas e projetos direcionados à urbanização e ao saneamento, direito à terra, à habitação, promovendo incentivo à geração de trabalho e renda, projetando um caminho pós-pandemia.

2. dimensão INSTITUIÇÕES

Nesta dimensão de atuação junto às instituições públicas ou privadas, o coletivo CAU RS PRESENTE objetiva:

2.1. Defender e reforçar a importância do trabalho colaborativo e integrado do CAU com as instituições públicas, associativas e privadas, visando a construção de uma casa saudável para todas e todos, em uma cidade justa e segura.

2.2. Estimular a valorização das atividades técnicas reconhecidas como investimento em qualidade, segurança e economia, atuando junto aos órgãos públicos a fim de que os projetos para obras públicas sejam contratados pelo critério da qualidade, indicando a realização de concursos públicos, de licitações de técnica e preço, bem como eliminando as contratações de obras sem projeto.

2.3. Promover a proteção de bens culturais através de atividades de educação patrimonial  e da fiscalização compartilhada, em cooperação aos órgãos de preservação do Patrimônio nos âmbitos municipal, estadual e federal.

2.4. Defender o protagonismo das(os) profissionais da Arquitetura e Urbanismo nas administrações municipais, câmaras de vereadores, órgãos públicos de licenciamento, cartórios e outras instituições, cobrando a presença de profissional habilitada(o) para o exercício das atribuições legais, fiscalizando o justo exercício profissional.

2.5. Trabalhar pela transparência e efetiva utilização dos recursos de fundos públicos para o financiamento e execução de projetos e obras de habitação, mobilidade, saneamento e outras, relacionadas à Arquitetura e Urbanismo.

2.6. Propor e apoiar iniciativas de simplificação e desburocratização dos processos de licenciamento de projetos e obras junto aos órgãos públicos, visando a eficiência, a transparência, o aprimoramento no atendimento e o respeito ao profissional, valorizando a responsabilidade técnica, o direito autoral, a segurança de clientes e da sociedade, bem como a preservação do meio ambiente e do patrimônio cultural.

2.7. Garantir a representação das(os) profissionais da Arquitetura e Urbanismo e de suas entidades em fóruns, comissões e conselhos temáticos, atuando junto aos diversos setores e instâncias decisórias relativas à gestão das cidades e instituições, buscando que a formulação de leis, o planejamento, e a atuação pública sejam alinhados aos princípios da cidade justa e inclusiva.

2.8. Reivindicar a inclusão de gênero, raça e classe nos concursos, termos de referência de projetos e outras atividades profissionais, além de promover e fiscalizar as legislações que promovam a equidade de gênero para as Arquitetas e Urbanistas, como a Lei Estadual nº 11.303/1999 que determina um percentual mínimo de mulheres no provimento dos cargos de órgãos colegiados da administração estadual.

2.9. Contribuir para o fortalecimento das entidades profissionais que reúnam Arquitetas(os) e Urbanistas, estimulando a organização profissional em todo o estado e áreas de atuação, incentivando-as à participação no Fórum de Entidades e Colegiado de Entidades Estaduais (CEAU CAU/RS) . 

2.10. Criar Colegiados Regionais ampliando a interiorização e a presença do CAU em todo o estado, integrando e acolhendo profissionais, entidades, universidades e outras instituições na promoção de discussões e proposições para temas locais relacionados à profissão.

2.11. Criar Colegiados Temáticos integrando e acolhendo profissionais, entidades, universidades e outras instituições para a discussão e produção de conteúdos sobre temas específicos a partir das temáticas de interesse da profissão, tais como: urbanismo, patrimônio, sustentabilidade, ATHIS, gestão profissional e de escritórios, entre tantos outros.

3. dimensão MERCADO

Nesta dimensão de atuação no âmbito do mercado, o coletivo CAU RS PRESENTE se propõe a:

3.1. Atuar para a divulgação em todo o Brasil da Arquitetura e Urbanismo realizado no Rio Grande do Sul.

3.2. Promover a atuação da(o) Arquiteta(o) e Urbanista no campo da arquitetura de interiores, valorizando a atividade como promotora direta de qualidade de vida.

3.3. Apoiar o protagonismo da(o) Arquiteta(o) e Urbanista no mercado da construção civil, valorizando a atuação das(os) profissionais e das empresas que buscam a qualidade no projeto e na obra, assim como nos resultados para a sociedade.

3.4. Intensificar as ações de implantação da Assistência Técnica à Habitação de Interesse Social (ATHIS), promovendo e ampliando a atuação de profissionais em atendimento às famílias de baixa renda.

3.5. Estimular as diversas formas de empreendedorismo, cooperativismo, associativismo e outras formas colaborativas de atuação profissional.

3.6. Atuar para qualificar a gestão da atividade profissional, esclarecendo e orientando sobre regularidade jurídica, formalização empresarial, ferramentas de administração e formas de tributação.

3.7. Fomentar o permanente debate através do CEAU sobre o Salário Mínimo Profissional, condições do ambiente de trabalho e a utilização da Tabela de Honorários, tendo como objetivos a valorização da profissão e a justa remuneração pelos serviços profissionais.

3.8.Defender a atribuição da(o) Arquiteta(o) e Urbanista e o projeto como atividade relevante e essencial para a qualidade de qualquer obra, questionando formas aviltantes de contratação tais como pregão, licitação por menor preço, estudos técnicos não remunerados, proventos indiretos de fornecedores ou lojistas e outras que limitam a importância do projeto e da atuação profissional.  

3.9. Promover as normativas e a sistematização das atividades de projeto para a uniformização de escopos, produtos, etapas, prazos e remuneração com o objetivo de orientar profissionais, instituições e sociedade sobre os resultados e as  características do trabalho da(o) arquiteta(o) e urbanista.

3.10. Colaborar com as entidades que representem Arquitetas(os) e Urbanistas, na articulação de convênios e benefícios para os profissionais e empresas de Arquitetura e Urbanismo, para aquisição de softwares, equipamentos, seguros profissionais e demais facilidades e/ou garantias inerentes ao desenvolvimento e qualificação do exercício profissional.

4. dimensão ENSINO

Na dimensão de atuação junto ao ensino e exercício profissional, o coletivo CAU RS PRESENTE objetiva:

4.1. Trabalhar de forma colaborativa com a Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (ABEA), Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura (FeNEA), Instituições de Ensino Superior (IES) e suas respectivas coordenações de curso para a qualificação permanente e contínua do ensino e formação em Arquitetura e Urbanismo.

4.2. Ampliar as ações de defesa da qualidade do ensino de Arquitetura e Urbanismo, questionando os critérios para abertura de novos cursos e a aplicação indiscriminada de Ensino à Distância (EaD).

4.3. Acompanhar as medidas que serão adotadas pelas IES para a adequada reposição de conteúdos práticos ministrados em Ensino Remoto Emergencial (ERE), buscando garantir a qualidade do ensino e formação.

4.4. Defender a qualidade do Ensino e Formação em Arquitetura e Urbanismo, denunciando a atuação de empresas que priorizam o lucro em detrimento da boa qualidade na formação profissional.

4.5. Incentivar a extensão universitária e a ampliação dos Escritórios Modelos de Arquitetura e Urbanismo (EMAUs), no formato preconizado pela Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (FeNEA), como componente essencial para a formação de futuras(os) profissionais de Arquitetura e Urbanismo.

4.6. Demonstrar a inviabilidade legal e ética da atividade das Empresas Juniores nos campos de atuação profissional da Arquitetura e Urbanismo e coibir suas atividades através da fiscalização.

4.7. Incentivar e apoiar iniciativas de formação continuada e a residência técnica acadêmica em Arquitetura e Urbanismo como modelo de formação.

4.8. Fomentar junto a entidades e IES a oferta de cursos, seminários, treinamentos e palestras, estimulando a participação de profissionais e estudantes, reforçando  atribuições, campos de atividades, práticas e princípios éticos da profissão.

4.9. Estimular a formação continuada de docentes, a valorização de professores com experiência profissional (projeto e obra), bem como de metodologias e práticas inovadoras no ensino de Arquitetura e Urbanismo.

4.10. Defender e atuar por políticas inclusivas de acesso ao Ensino Superior.

5. dimensão ESTRUTURA

Na dimensão de atuação interna e específica da estrutura de operação e funcionamento do CAU/RS, o coletivo CAU RS PRESENTE pretende:

5.1. Ampliar o diálogo com instituições públicas, entidades, IES, empresas e movimentos sociais, identificando oportunidades e materializando parcerias, patrocínios, pesquisas e apoios via editais públicos, convênios e termos de cooperação para crescente inserção da Arquitetura e Urbanismo na sociedade. 

5.2. Ampliar a presença efetiva do CAU/RS em todo o estado com a descentralização física das atividades, consolidação dos Escritórios Regionais, ampliação do CAU+Perto, aperfeiçoamento das ferramentas digitais, criação de colegiados regionais e ações de apoio à fiscalização, ao registro, ao atendimento e outras atividades e parcerias institucionais estratégicas em todas as regiões.

5.3. Reforçar a participação das(os) profissionais e da sociedade na comunicação de circunstâncias que possibilitem uma ação direta da fiscalização por parte do Conselho, ampliando a abrangência da campanha “cada Arquiteto Urbanista um fiscal da profissão”.

5.4 Consolidar e ampliar as agendas de eventos e atividades públicas de discussão e promoção dos temas relacionados à Arquitetura e Urbanismo, tais como cursos, palestras, seminários temáticos e regionais.

5.5. Seguir com a comunicação qualificada sobre Arquitetura e Urbanismo, em todas as mídias disponíveis e acessíveis, para divulgar e promover a profissão, informando a sociedade a respeito das atribuições, formas de contratação, importância para o desenvolvimento social, econômico e cultural, além de iniciativas, eventos e atividades do Conselho, das entidades e dos demais parceiros.

5.6. Qualificar a gestão de dados e informações do CAU/RS, buscando a estabilidade do banco de dados, a integração com bases de dados externas, criação de plataforma local do IGEO, propondo a utilização dos dados qualificados para fiscalização, comunicação, promoção da profissão, relações institucionais, elaboração de políticas públicas e diálogo com a sociedade.

5.7. Seguir demandando do CAU/BR a confiabilidade de funcionamento da plataforma Sistema de Informação e Comunicação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (SICCAU) e a sua atualização tecnológica, tornando-a mais econômica e segura melhorando a interface com profissionais e com a sociedade.

5.8. Aperfeiçoar a adoção de protocolos nacionais e sistemas informatizados compartilhados (intranet, sistemas de gestão), para tornar mais eficientes os procedimentos de análise de processos, rotinas administrativas e reduzir tempos de tramitação e possibilidade de erros.

5.9. Compartilhar e intercambiar nacionalmente as boas práticas de gestão, assim como o uso das ferramentas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para aperfeiçoar os procedimentos e rotinas do Conselho.

5.10. Atuar para valorizar o quadro funcional do CAU/RS consolidando o Acordo Coletivo de Trabalho, atualizando e qualificando o Plano de Cargos e Salários, estimulando a organização dos servidores, consagrando as rotinas de avaliação funcional que reconhecem e valorizam o melhor desempenho e qualificando os canais de diálogo permanente com a gestão, além de manter ações contínuas de treinamento, capacitação e aperfeiçoamento profissional.

5.11. Aprimorar as rotinas funcionais do Conselho, visando a economia de recursos,, qualificação das licitações, e demais procedimentos de eficiência administrativa, além de normatizar e consolidar o trabalho remoto, e as reuniões e outras atividades não presenciais. 

5.12. Atuar para afirmar e garantir a inclusão social, universalização do acesso,  a equidade de gênero, raça, liberdade de credo, idade, em todas as instâncias do CAU/RS.


propostas e compromissos para o CAU/BR

Considerando as diversas responsabilidades do CAU, em definir regras, normas e dispositivos de funcionamento interno, de regulação profissional e de atuar em defesa da sociedade nas mais variadas esferas institucionais, políticas e de representatividade da sociedade civil, listamos a seguir possíveis sugestões de pautas para atuação junto ao CAU/BR, que requerem detalhamento quando de suas aplicações, bem como prévia avaliação de suas implantações, que são:

6.1.    Defender os princípios propostos pela chapa;

6.2. Contribuir no protagonismo do CAU, em temas e assuntos pertinentes a profissão, que tramitam ou venham ocorrer no Congresso Nacional, e nos poderes Executivos Federal, Estadual e Municipais, apoiando os CAUs/UFs nas respectivas esferas governamentais;

6.3. Contribuir para uma participação efetiva do CAU no Congresso Nacional e demais espaços de discussão política, na busca de garantir as atribuições profissionais e de promover legislações que beneficie a profissão, a sociedade, o meio-ambiente e o direito à cidade;

6.4. Contribuir em ações de fomento nas relações internacionais do CAU, nas esferas institucional e profissional, visando o fomento das relações profissionais, de valorização das(os) Arquitetas(os) e Urbanistas brasileiros, buscando a “internacionalização” da profissão, estabelecendo relações com países, corporações, empresas, entidades e escritórios, abrindo espaços de atuação para as(os) profissionais brasileiras(os);

6.5. Contribuir na solidificação de políticas públicas de Arquitetura e Urbanismo junto às esferas de governo, assegurando a efetiva implantação de projetos de ATHIS, do CAU EDUCA, e outros similares;

6.6. Atuar e contribuir para a implantação de uma Política Nacional de ATHIS, no estabelecimento de estratégias, ações e parcerias institucionais, visando garantir a toda a sociedade o acesso ao trabalho qualificado das(os) Arquitetas(os) e Urbanistas;

6.7. Contribuir e debater a organização do Sistema CAU, nas adequações do organograma, funcionamento e estruturas de apoio do CAU/BR, como referência ou indicativo para os demais CAUs/UFs;

6.8. Debater e contribuir nas esferas pertinentes a constituição, o funcionamento e o aperfeiçoamento dos mecanismos de gerenciamento do Comitê de Gestão do Centro de Serviço Compartilhado – CG/CSC.

6.9. Contribuir nas diversas pautas oriundas do Colegiado de Entidades – CEAU (patrimônio e cultura, relações de trabalho, valorização de honorários, qualificação do ensino, relações entre entidades, etc);

6.10. Buscar alternativas ou adequações nos tributos e encargos cobrados pelo CAU (validação, valores e reestruturação de RRT, Anuidades de PJ, por exemplo), buscando atuar na revisão de normas referente aos valores de Registros de Responsabilidade Técnica – RRTs, por categorias de atividades; buscar a criação de RRT única, de projeto e execução por contrato; buscar a isenção de pagamento de anuidade de Pessoa Jurídica – PJ, visando eliminar a duplicidade de pagamentos de anuidades.

6.11. Trabalhar para o aperfeiçoamento e a padronização de rotinas, documentos, normatizações e procedimentos administrativos do Sistema CAU, de forma integrada ao sistema de TI (SICCAU), visando a simplificação, a desburocratização, a eficiência e transparência de procedimentos e ações do Conselho, oferecendo um serviço qualificado para as(os) profissionais e sociedade;

6.12. Contribuir na discussão de melhorias ou reconstituição do Sistema de TI – SICCAU, visando otimizar ações, resultados e dar maior autonomia aos CAUs/UFs;

6.13. Concluir e Atualizar diversas normatizações que regem o funcionamento do CAU;

6.14. Atuar para rever o atual entendimento sobre a reeleição ininterrupta para os cargos do CAU, visando formalizar que o cargo de conselheira(o) seja exercido em no máximo duas gestões consecutivas;

6.15. Atuar e contribuir no debate de promover a inclusão do Fórum de Presidentes como colegiado permanente do CAU/BR;

6.16. Contribuir no trabalho de fomentar, implantar e auxiliar nas ações básicas do Conselho, de fiscalizar o exercício profissional, junto a comissão pertinente CPP, e fomentar políticas públicas de Arquitetura e Urbanismo, junto à comissão pertinente, CPUA;

6.17. Contribuir em programas ou projetos de Lei, oriundos do sistema CAU, a serem encaminhados ao congresso nacional, tipo “Casa saudável, Cau Educa e similares”, a serem construídos por membros do sistema Cau.

6.18. Atuar para manter, ampliar e qualificar as relações virtuais e atividades remotas, economizando recursos (despesas de viagens, diárias, etc) e otimizando rotinas de trabalho, reuniões e eventos;

6.19. Atuar nas instâncias do CAU, em conjunto com as entidades profissionais e em específico a Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo – ABEA, na constante qualificação e excelência do ensino, de maior interlocução com o MEC, visando objetivar a revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN, de combater a adoção irrestrita do Ead, a precarização do trabalho e a relação trabalhistas das(os) professoras(es) dos cursos de Arquitetura e Urbanismo;

6.20. Contribuir no debate e atuar em propostas para a implementação do Sistema de Residência Universitária em arquitetura e urbanismo, bem como contribuir e propor melhorias e ajustes no Projeto Piloto de Acreditação dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, nas esferas do CAU;

6.21. Contribuir no desenvolvimento de parcerias com a sociedade civil, visando estabelecer propostas de recuperação econômica solidárias no combate à desigualdade social, econômica e espacial, incentivando a geração de trabalho, renda e melhorias habitacionais no pós-pandemia da Covid-19;

6.22. Atuar na defesa de legislações e campos de atuação profissional das(os) Arquitetas(os) e Urbanistas, atuando para garantir as atribuições exclusivas e as regulamentações conjuntas das atividades compartilhadas com outras profissões, junto aos demais conselhos profissionais;6.23. Atuar para participação ativa do CAU, nas deliberações sobre legislações e normas técnicas, garantindo a presença de Arquitetas(os) e Urbanistas na formulação das normas técnicas relativas a atribuições e exercício profissional, bem como, atuar para o usufruto de forma irrestrita de todas as normas técnicas vigentes por parte das(os) profissionais de Arquitetura e Urbanismo.


O reconhecimento do potencial individual de cada Arquiteta(o) e Urbanista como agente transformador da realidade e a necessidade de ações coletivas para a construção de um mundo melhor, são objetivos do trabalho que o coletivo CAU RS PRESENTE apresenta para a gestão 2021/2023 do CAU/RS.

Arquitetura e Urbanismo de qualidade: um direito de todas e de todos!


Vote 2!

#chapa2caurspresente!

Chapa 2 CAU RS PRESENTE !
Diversidade no pensar e união para realizar!